Primor e Universidade de Aveiro, produtos de charcutaria

Primor e Universidade de Aveiro, produtos de charcutaria A Primor acaba de estabelecer, com a Universidade de Aveiro (UI de Química Orgânica, Produtos Naturais e Agro-alimentares), uma parceria que visa a criação de novos produtos de charcutaria mais saudáveis (com menos sal e aditivos) e com o prazo de validade alargado, recorrendo à tecnologia de altas pressões.
Na base da parceria, concretizada ao abrigo do QREN, estiveram a dimensão e a experiência da Primor na comercialização dos produtos a desenvolver e as aplicações da técnica de alta pressão desenvolvidas pela Universidade de Aveiro.

Os produtos de charcutaria, quer sejam cozidos, cozidos enchidos ou cozidos fumados, fatiados ou em pedaços, estão a tornar-se artigos de conveniência, com um relevo comercial crescente.

Contudo, têm tempos de validade comercialmente mais curtos do que os produtos similares não cortados, dada a proliferação microbiana mais facilitada. O objectivo da parceria entre a Primor e a Universidade de Aveiro é desenvolver um projecto em que se aumente, para entre o dobro e o triplo, o prazo de validade destes produtos de charcutaria.

Para tal, usar-se-á a tecnologia de alta pressão que permite pasteurizar alimentos em condições atérmicas (à temperatura ambiente) ou a frio (a temperaturas de refrigeração), por destruição microbiana, sem afectar a qualidade dos produtos processados, aumentando consideravelmente o prazo de validade comercial. Isto permitirá aumentar a venda destes produtos,nomeadamente para exportação, em particular para mercados mais longínquos, e uma redução de custos por retorno de produtos fora de prazo, bem como o aumento da segurança microbiológica dos produtos.

A Primor Charcutaria Prima, S.A. é uma das maiores empresas de produtos alimentares de Portugal, com uma experiência de mais de 50 anos na produção e comercialização de enchidos. Esta experiência, juntamente com o facto de a Universidade de Aveiro ser pioneira em Portugal no estudo e na aplicação de alta pressão para conservação de alimentos e, actualmente, estar a criar uma plataforma tecnológica de alta pressão (https://www.dropbox.com/s/iv1le0pnm25cs34/UA_eng.pdf), para estudos fundamentais e de desenvolvimento e aplicação comercial, foram o garante das competências necessárias para a atribuição do projecto.

O projecto designa-se por PRIMOR_AP e enquadra-se no âmbito da tipologia de projectos I&DT em Co-Promoção, financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) através do Programa Operacional Factores de Competitividade (POFC), do QREN Quadro de Referência Estratégico Nacional Sistema de Incentivo à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico, ascendendo o investimento a 646.487, tendo obtido um incentivo de 409.676.
2013-02-18 09:49:34
Empresas Relacionadas